Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio

Dicas

Vale a pena comprar eletroeletrônicos fora do Brasil?

Publicado em 27.03.2020 |
Visualizações
16 visualizações

Muito além do preço: veja o que deve ser considerado antes de se decidir a comprar equipamentos no exterior!

Subwoofer, projetor, caixas de som… Para muita gente comprar eletroeletrônicos no exterior é uma tentação. Mas será que vale mesmo à pena? Hoje a Audio Prime vai explicar direitinho porque tanta gente entra em uma roubada achando que está fazendo um bom negócio. Vem com a gente!

O que levar em conta da hora da decisão

A diferença de preço é um dos grandes atrativos para quem pensa em comprar eletroeletrônicos no exterior, principalmente quando a diferença cambial está favorável aos brasileiros. A questão é que há vários fatores que devem ser levados em conta antes de tomar a decisão de comprar ou não lá fora. Veja alguns deles:

Preço

É inegável que há uma diferença considerável de preço, mas não em todos os produtos, como muita gente pensa. Pela experiência da Audio Prime, por exemplo, ela é maior nos receivers e nos projetores, mas é bem menor nas caixas de som e subwoofers. Por outro lado, de um modo geral quando o produto tem o valor muito abaixo do mercado são grandes as chances de ser refurbished, uma expressão usada para descrever equipamentos de segunda linha. Um produto refurbished geralmente é aquele que apresentou algum defeito na linha de produção ou que já foi devolvido por algum consumidor justamente por ter apresentado problema logo após a compra, ainda no tempo de garantia, e foi trocado por outro. Isso geralmente acontece no próprio país de origem do fabricante, que pega o produto de volta, conserta, embala como novo e o recoloca no mercado a um preço mais baixo. É comum as fábricas escoarem esses equipamentos em mercados que têm aceitabilidade desse tipo de produto, como Paraguai. Como é muito difícil identificar um refurbished, o maior indicador acaba sendo o preço muito abaixo da média.

Procedência

Essa é uma questão muito importante, porque se você compra um produto barato, mas de procedência duvidosa, muito provavelmente você não está fazendo um investimento, mas está prestes a levar prejuízo mais adiante. Muitas lojas e sites que oferecem uma diferença de preço muito grande não oferecem garantia, muitas vezes nem nota fiscal o produto tem. Veja os maiores problemas:

  • Adaptabilidade do produto

Há uma diferença muito grande entre um equipamento nacionalizado e outro comprado direto na origem. Um receiver comprado diretamente na Yamaha do Japão, por exemplo, revendido pela Yamaha do Brasil e distribuído pela Audio Prime já vem adaptado para a realidade brasileira. O equipamento já traz o plugue no padrão brasileiro, totalmente compatível com o equipamento; a chaveta de 220/110V, e tem modificações internas de adaptabilidade para que receba melhor as características do nosso fornecimento elétrico.

  • Garantia e assistência técnica

Todas as distribuidoras ou revendedoras de qualquer marca oferecem garantia e assistência técnica a equipamentos comprados no Brasil de forma legal, com nota fiscal e com um distribuidor homologado pelo fabricante. Assim, mesmo que a empresa que fez a venda não exista mais é possível recorrer a outras empresas correspondentes para dar sequência à garantia e à assistência técnica do produto. Já o equipamento comprado fora do Brasil é facilmente identificado pelo número do serial, que indica a origem da compra. Nesse caso, as empresas não cobrem nem a garantia nem a assistência técnica.

  • Nota fiscal

A nota fiscal é o atestado da legalidade do produto e é o que valida a garantia. Por isso, qualquer problema que ocorra em equipamentos sem nota fiscal não é coberto pela assistência técnica. Isso vale também para as seguradoras, que não fazem a cobertura de equipamentos sem nota fiscal, e ainda em relação a questões fiscais e tributárias. Agora você já sabe que há muito mais o que avaliar do que apenas o preço dos equipamentos. E você, o que acha? Vale a pena comprar eletroeletrônicos fora do Brasil? Deixe sua opinião aqui nos comentários e já sabe: qualquer dúvida fala com a gente pelo Whatsapp que vamos ter o maior prazer em te orientar!