Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio

Som ambiente

Tipos de caixa de som acústica: como escolher a certa

Publicado em 11.02.2021 |
Visualizações
306 visualizações

Seja para som residencial ou comercial, saiba como escolher a caixa de som acústica perfeita para o seu projeto sonoro!

A escolha da caixa de som acústica influencia diretamente na qualidade do som, seja para um projeto residencial ou comercial. Entretanto, são vários os modelos oferecidos pelo mercado, o que pode tornar difícil decidir qual o melhor para cada caso. Por isso, a Audio Prime preparou um conteúdo especialmente para ajudar você a conhecer um pouco mais sobre cada um deles e tomar a melhor decisão na hora da compra.

Quais os principais tipos de caixa acústica?

Para que a eficiência dos alto-falantes seja otimizada, é preciso que eles fiquem inseridos em uma caixa de som acústica. Para que a vibração interna seja reduzida, geralmente são produzidas em material espesso e pesado. Além disso, para que a reflexão das ondas sonoras produzidas na parte traseira dos alto-falantes seja menor, a caixa de som acústica deve ter a superfície interna coberta por materiais absorventes acústicos. Por outro lado, são vários os fatores que determinam o tipo de caixa de som acústica, como, entre eles a potência, o tipo de espectro e de transdutor ou a sua faixa de frequência, por exemplo.

Caixa ativa e caixa passiva

A caixa de som ativa tem um amplificador embutido e pode, inclusive, ligar outra caixa de som – uma passiva. Isso porque a caixa de som passiva só funciona quando conectada a um amplificador externo. Quando as caixas de som ativa e passiva estão conectadas, funcionam como um sistema de som completo.

Caixa simples

É a caixa de som que funciona apenas como um suporte para o alto-falante, construída sem qualquer tipo de preocupação com a acústica.

Defletor (Bafflee infinito)

Esse modelo de caixa de som acústica desvia as ondas sonoras produzidas na parte posterior do alto-falante. Ou seja, basicamente é caixa fechada ou gabinete que absorve a onda sonora traseira. Este modelo é selado para evitar ao máximo que o som saia da caixa, reduzindo o cancelamento de fase.

Caixa fechada

Este tipo de caixa de som acústica pode ter qualquer formato, contanto que seja hermeticamente fechada. Ela é projetada de forma que o ar não escape da caixa quando o alto-falante estiver se movendo com a reverberação do som. Assim, apenas a pressão dentro da caixa é alterada. Para conseguir esse resultado, geralmente a caixa é preenchida com material de amortecimento de som, que ajuda a absorver as ondas estacionárias produzidas pela parte traseira do alto-falante.

Refletor de graves (Bass-reflex)

A Bass-reflex é uma caixa de som acústica que possui uma ou mais portas ou dutos abertos no gabinete para onde as baixas frequências produzidas na parte posterior dos alto-falantes são canalizadas, melhorando o desempenho do som. Como são muito eficientes para a reprodução dos sons graves, este tipo de caixa de som acústica é bastante utilizado.

Caixa passa-banda (Caixa band pass)

Nesse tipo de caixa de som acústica o subwoofer é mantido cuidadosamente dentro do gabinete, que tem a parte da frente ventilada e a parte traseira selada. O modelo é desenvolvido com dois ou mais compartimentos separados, um deles sempre à frente do woofer e o outro na parte de trás. Assim os graves são favorecidos na composição do som.

Caixas cornetas

Grande, esse modelo de caixa de som acústica é produzido com uma bobina móvel e um ímã fixo permanentemente que convertem parte do sinal entregue pelo amplificador em energia acústica.  Para isso, originam um grande campo magnético entre seu núcleo e o local onde a caixa se abre, aplicando corrente diretamente através da bobina, que permanece no campo magnético do ímã.

Sonofletores de múltiplas vias (falantes múltiplos full-range)

Estas são caixas de som mais complexas, que contam com um circuito passivo que separa as frequências e as envia para o alto-falante certo, protegendo o elemento de sobrecarga e reduzindo a distorção. Além disso, como cada alto-falante reproduz apenas uma parte de todo o espectro de frequência, a qualidade do som também é melhor. Essa otimização da qualidade sonora também é conseguida através de mid-rangers, woofers e tweeters em seu interior e que ajudam a cobrir parte do espectro audível de frequências.

Como escolher a caixa acústica perfeita para você

O mais importante na hora de escolher a caixa de som acústica é reunir o máximo de informações sobre a finalidade e o perfil da instalação. Dessa forma é possível fazer um dimensionamento mais assertivo da capacidade do equipamento e evitar gastos desnecessários.

  • Compra comercial ou residencial Quando o perfil é comercial, como uma loja, academia ou clínica, por exemplo, o uso será mais prolongado, geralmente 6 ou mesmo 7 dias por semana. 

Além disso, geralmente o equipamento terá um uso mais discreto, como uma música de fundo. Já quando o uso é residencial é o oposto. O uso costuma ser mais esporádico e pode, até mesmo, fazer parte do próprio home theater da casa – inclusive com um uso mais potente. Para ambos os casos, no entanto, é preciso também considerar o tamanho do ambiente que será sonorizado para determinar a quantidade de caixas de som acústicas e seu melhor posicionamento.

  • Uso interno e externo da caixa de som – Quando o uso é externo, há caixas próprias para ficarem expostas ao ar livre, à chuva e ao sol, sem estragar. Nesse caso, optar pela caixa de som outdoor é importante para valorizar o investimento e evitar aborrecimentos futuros.
  • Posicionamento e uso das caixas acústicas É preciso definir também se a caixa de som acústica deverá ficar fixa ou poderá ser movida para outro ambiente, ou ainda deverá ter um direcionamento específico. O ideal são caixas que permitam certa mobilidade, mesmo que essa não seja a ideia a princípio.
  • Tipos de instalação - Muitas caixas não requerem mão de obra especializada e podem ser instaladas pelo próprio cliente. Outras, no entanto, requerem mais atenção em relação às conexões ou ao tipo de fixação.

De um modo geral, entretanto, é interessante que a instalação seja feita por um profissional especializado, oferecendo mais segurança ao conjunto.

Conclusão

Há muitos tipos de caixas de som acústicas para os mais variados usos, por isso é muito importante ficar atento às características de cada modelo para saber qual o que mais se encaixa no seu projeto. Na dúvida, procure sempre a opinião de um especialista. A Audio Prime tem o maior prazer em orientar seus clientes em todo o processo, desde a escolha do melhor equipamento às dicas de instalação! Fale com a gente pelo WhatsApp e confira!