Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio

Dicas

Subwoofer com som baixo, o que fazer?

Publicado em 21.09.2021 |
Visualizações
1.697 visualizações

Quando o som do subwoofer está baixo, na maioria das vezes algumas providências simples podem resolver o problema. Veja quais são!

Quando você liga o home theater, muito provavelmente espera uma experiência envolvente, daquelas que praticamente a gente sente no peito. São os graves profundos, produzidos pelo subwoofer, que dão aquela sensação vibrante que emociona. Mas e quando você liga o aparelho e nada disso acontece? O som baixo ou fraco do subwoofer pode ter alguns motivos fáceis de serem resolvidos.

Então veja por que isso acontece com uma das peças mais importantes do home theater e do som ambiente e descubra como reverter a situação!

O que é subwoofer?

Primeiro, é importante entender o que é subwoofer e a sua função exata no sistema de som ou audiovisual. Basicamente, o subwoofer é uma caixa de som com um tipo de alto-falante responsável pelas frequências baixas. Estas frequências estão em um espectro audível que vai de 20 Hz a 200 Hz, abaixo das produzidas por squawkers e tweeters.

Estes dois tipos também são caixas de som, só que com alto-falantes feitos para reproduzir frequências mais altas. Assim, o subwoofer é praticamente indispensável em um home theater e geralmente é maior do que as demais caixas. O motivo é simples: como a frequência reproduzida é mais baixa, o alto-falante precisa ter uma área maior para deslocar o ar na hora de reproduzir o som.

Qual a diferença entre woofer e subwoofer?

Como já dissemos, o subwoofer é responsável pelos subgraves e graves do sistema. Já a frequência reproduzida pelo woofer fica um pouco mais acima, atingindo os graves e médio graves entre 50 Hz e 4.500 Hz. Assim, costuma-se dizer que a batida do subwoofer é mais longa, enquanto a do woofer é mais seca. Mas para saber quando usar um e outro, é preciso pensar no objetivo do sistema.

Quanto mais grave for a frequência, menor o  potencial para se expandir em ambientes abertos. Então se a ideia for mandar o som mais longe, como em festas a céu aberto, por exemplo, a indicação é usar woofer. Já para ambientes fechados, home theaters e som ambiente residencial, o subwoofer é a melhor escolha. Por outro lado, apesar de os woofers serem mais usados para som automotivo, também são encontrados alto-falantes do tipo para som residencial.

Subwoofer do home theater não funciona? O que fazer?

Mas, o que fazer se na hora de aproveitar seu home theater o subwoofer simplesmente não funcionar? Há algumas possibilidades que você pode resolver com relativa facilidade.

Atente-se ao indicador

Verifique a cor do indicador link/standby. Se piscar vermelho, desligue o aparelho e verifique se não há nada bloqueando as aberturas de ventilação do subwoofer. Ligue novamente e observe. Se estiver aceso em vermelho ou piscar lentamente em verde e o transceptor for sem fio, confira se a configuração Secure Link está em Secure On.  

Você pode fazer isso através do AMP Menu. Caso o indicador pisque rapidamente em verde, desligue o subwoofer e o receiver e verifique se as conexões estão firmes, retirando e recolocando uma a uma. Depois volte a ligar ambos os aparelhos.

Atente-se à posição utilizada

Quando a conexão é wireless, na maior parte das vezes o problema é interferência ou falta de conexão. Alguns fenômenos acústicos podem acontecer de acordo com o posicionamento do subwoofer.  Um deles é o cancelamento de frequência, um fator que pode ser imprevisível na hora de fazer o projeto do home theater. Mas é possível fazer um teste simples para saber se este é o problema.

Coloque um pedaço de tapete peludo debaixo do subwoofer down-firing ou à frente se o aparelho for front-firing. Se o problema for este, será possível sentir uma mudança no som, então a solução é trocá-lo de lugar.

Atente-se às instalações (cabos, conexões, etc)

Se o indicador de power/link/standby estiver desativado, verifique se o cabo de energia do subwoofer está bem conectado à tomada de parede. Caso esteja conectado em uma extensão ou estabilizador, remova e conecte em uma tomada de parede ativa e depois ligue o botão on do subwoofer.

Principais marcas de subwoofer

Há várias opções de subwoofer no mercado, mas algumas marcas merecem destaque. Veja quais são:

Subwoofer JBL

JBL é uma ótima marca para subwoofer. O modelo Stage A100P 300W 10", por exemplo, é um subwoofer ativo de 254 mm com 300 watts de potência. Tem design elegante e tecnologia Bass-Reflex (um orifício na frente do gabinete que acentua as frequências mais baixas do som).

Subwoofer Polk Audio

Outra ótima marca é a Polk Audio. Você pode encontrar pelo menos quatro tipos de subwoofer ativos, com 10” e 100W RMS, com 12” e 200W RMS, com 8” e 150W RMS e com 8” e 180W RMS.

Subwoofer Yamaha

A Yamaha é um clássico dos sistemas audiovisuais e oferece vários tipos de subwoofer. O subwoofer ativo Ns-Sw100 10" Bivolt 100W, por exemplo, oferece uma série de tecnologias de graves avançadas e de alto desempenho da marca.  A Twisted Flare Port, por exemplo, produz graves claros e firmes ao aproveitar formato alargado e levemente torcido para criar um fluxo de ar suave, reduzindo os ruídos não presentes no sinal de entrada original.

Subwoofer Frahm

Frahm é outra marca que se destaca no mercado de subwoofers. O modelo ativo RD SW 12” 300 RMS, por exemplo, tem design elegante e com revestimento em material PET, que garante maior durabilidade e proteção contra riscos e umidade. Outro diferencial é o Floor Propagating Bass (FPB): a reprodução de subgraves com alto-falante voltado para o piso de forma a estender a reprodução nas baixas frequências no ambiente, permitindo graves profundos e envolventes.

Subwoofer AAT

Já a AAT tem uma boa variedade de modelos, entre eles o Cube Invisible 8" 200W RMS. Parte da linha Cube Invisible, este modelo é perfeito para quem gosta de deixar a tecnologia sonora oculta sem abrir mão da alta performance do equipamento. Seu grande diferencial é ter sido projetado para ficar dentro de um móvel sob medida com fundo falso, ficando fixo na alvenaria, evitando que os graves vibrem a estrutura do móvel. 

Conclusão

O subwoofer é um dos elementos mais importantes do sistema de som por ser o responsável pelos graves profundos. É esta frequência que dá o tom da emoção ao conteúdo, fazendo o som vibrar dentro de nós. Pode acontecer de o som do aparelho ficar baixo. Geralmente o problema é decorrente de problemas de conexão nos equipamentos sem fio ou de mau encaixe dos cabos. Há vários modelos muito bons no mercado, principalmente de marcas como JBL, Yamaha, Polk Audio, Frahm e AAT, que merecem destaque. Preciso de ajuda com seu sistema de som ou home theater? Aproveite nossa consultoria gratuita e fale com um especialista da Audio Prime pelo WhatsApp!